Sexta, 18 de Junho de 2021 04:18
066 99679-8308
Geral Mato Grosso

Governo do Estado entrega mais de 3 mil cartões para famílias de Santo Antônio do Leverger e Poconé

Iniciativa faz parte das ações sociais desenvolvidas pela primeira-dama Virginia Mendes para atender famílias que passam dificuldades nesta pandemia da Covid-19

08/05/2021 16h30
Por: Redação Fonte: Secom Mato Grosso
- Foto por: Jana Pessôa
- Foto por: Jana Pessôa

Foi com sorriso escondido atrás da máscara, mas com olhar carregado de alegria que a senhora Alessandra Amorim da Silva, 39 anos, moradora do munícipio de Santo Antônio do Leverger (distante a 35 km de Cuiabá) e demais famílias receberam o cartão do auxílio financeiro do programa Ser Família Emergencial.  O benefício chega no momento de maior dificuldade, pois a mãe está desemprega e precisa sustentar os quatros filhos.

“Este auxílio chega em uma boa hora, vai nos ajudar bastante e garantir a compra de alimentos para minha família, tenho quatro filhos para alimentar. Neste período de pandemia a gente não consegue encontrar um serviço, está muito difícil encontrar algo”, explicou Alessandra.

A comitiva do governador Mauro Mendes, junto com o presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Max Russi, a secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania, Rosamaria Carvalho, esteve presente, na manhã deste sábado (08.05), em Santo Antônio do Leverger e em Poconé para entrega de mais de 3 mil cartões do programa Ser Família Emergencial. O programa que faz parte das ações desenvolvidas pela primeira-dama Virginia Mendes para atender famílias que passam dificuldades nesta pandemia da Covid-19.

“O Governo de Mato Grosso lança este programa que foi pensado pela primeira-dama Virginia Mendes juntos com apoio da Assembleia Legislativa para ajudar as pessoas neste momento de dificuldade,  este é o papel do Estado, também temos que cuidar das famílias neste momento de dificuldade ocasionado pela pandemia, muita gente perdeu o emprego”, disse o governador.

A secretária Rosamaria Carvalho, que durante a semana esteve em vários municípios, representando a primeira-dama, para a entrega dos cartões, ressaltou que serão mais de 100 mil famílias beneficiadas em todo o Estado que recebem até R$ 70 per capita por mês. “A partir de hoje, as famílias contempladas poderão ir a um dos mercados credenciados e comprar alimentos”.

Na ocasião, o deputado Max Russi lembrou que as famílias receberão o total de R$ 750 reais, em parcelas de R$ 150 por cinco meses. “É um benefício que vem para suprir a necessidade de famílias que passam por situações adversas e que se encontram na extrema pobreza”.

 A senhora Maria aparecida de Arruda, 41 anos, foi outra beneficiada que recebeu o cartão do Programa Ser Família Emergencial. O recurso vai ajudar a diarista que é mãe de cinco filhos a colocar alimento na mesa.

“Durante a pandemia ficou muito difícil de conseguir trabalho. Eu não tenho mais recebido ligações para trabalhar e conseguir fazer uma diária. Sou solteira, mãe de cinco filhos e eles dependem muito de mim. Eu só tenho a agradecer o governador Mauro Mendes pela oferta deste benefício, que vou poder oferecer alimentos para meus filhos neste dia das mães, declarou Maria.

O programa Ser Família Emergencial conta com apoio da Assembleia Legislativa que repassou R$ 10 milhões para contribuir com o auxílio e o Governo investiu mais R$ 35 milhões, totalizando R$ 45 milhões destinados para a realização desta importante ação social. Cerca de 12 mil famílias, nos 141 municípios de Mato Grosso estão recebendo essa ajuda que vai garantir a compra de alimentos em mais de 500 supermercados das redes credenciadas.

Em Poconé, foram beneficiadas com o programa cerca de 2,4 mil famílias. A primeira-dama e secretária de Assistência Social do município, Joelma Gomes, ressaltou que foi organizada uma força tarefa para a entrega dos cartões. “Queremos entregar tudo o mais rápido possível para que as famílias que passam por necessidades possam ter condições de comprar o alimento que falta em casa”.

O prefeito de Poconé, Tatá Amaral, agradeceu a parceria do governo para ajudar as famílias carentes. “Temos muitas famílias carentes que precisam do apoio do governo. Acredito que o comprometimento do Estado continuará trazendo muitos benefícios para Mato Grosso”.  

Nilma Lima da Silva, 38 anos, comemorou a iniciativa e disse que a primeira coisa a fazer era comprar os alimentos que faltava. “Vou poder alimentar meus filhos com as coisas que até então eu não podia pagar. É uma gratidão sem tamanho”.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.