Segunda, 13 de Julho de 2020 17:07
066 99679-8308
Dólar comercial R$ 5,39 1.21%
Euro R$ 6,12 +1.712%
Peso Argentino R$ 0,08 +1.198%
Bitcoin R$ 52.820,77 +0.328%
Bovespa 98.697,06 pontos -1.33%
Cidades Coronavírus

Prescrição de medicamentos para sintomas da Covid-19 é de competência exclusiva do médico

Somente o médico poderá indicar aos pacientes quais os remédios para cada caso

26/06/2020 09h25
Por: Redação Fonte: Ascom Prefeitura/Carolina Matter
(Foto: Prefeitura/Farmácia Municipal)
(Foto: Prefeitura/Farmácia Municipal)

Ainda não existe no mundo nenhum medicamento para prevenir ou tratar a Covid-19 com eficácia cientificamente comprovada. Mas a associação de alguns medicamentos, como cloroquina e hidroxicloroquina com azitromicina, ivermectina, entre outros, já vem sendo utilizada para tratar casos da doença causada pelo novo Coronavírus.

Popularmente conhecido como “kit-covid”, o conjunto de remédios pode ser indicado para tratar pacientes confirmados ou suspeitos desde o início dos sintomas da doença, conforme protocolo do Ministério da Saúde, publicado em 20 de maio, e seguido pela Prefeitura de Lucas do Rio Verde.

Porém, em todo território nacional, os medicamentos só poderão ser utilizados conforme prescrição médica e seguindo o protocolo de atendimento para Covid-19. Ou seja, somente após consulta com o médico, o paciente poderá ter acesso aos medicamentos que o profissional de medicina receitar, o que vai depender também de cada caso.

No município luverdense são diversos medicamentos ofertados e os kits são montados levando em consideração as prescrições feitas pelo médico e o consentimento do próprio paciente. 

Em Lucas do Rio Verde, as três unidades sentinelas – PAM e PSFs III e XVI – foram orientadas para seguir o protocolo farmacológico do Ministério da Saúde em relação ao tratamento de pacientes com o novo Coronavírus. Mas os medicamentos não serão distribuídos para a população sem critério, e sim, somente serão entregues aos pacientes quando houver prescrição médica. 

A Secretaria Municipal de Saúde orienta a população sobre a importância de não comprar e fazer uso de medicamentos sem prescrição médica, uma vez que o uso de remédios sem prescrição pode causar danos graves à saúde. Nas últimas semanas, a disseminação de fakenews sobre o chamado “kit-covid” levou muitas pessoas às farmácias em busca de medicamentos que só devem ser utilizados conforme indicação do médico.

E além da orientação sobre os medicamentos, a recomendação aos munícipes é para seguir as medidas preventivas para controle da disseminação do contágio, como utilizar máscara, fazer a higienização recomendada e só sair de casa se for extremamente necessário.

Se tiver sintomas, como febre, tosse, falta de ar, coriza, dor de garganta, etc., procure atendimento médico, que pode ser feito pelo whatsapp TeleLucas ou nas unidades sentinelas – PAM e PSFs III (Menino Deus) e XVI Bieger (Cidade Nova), abertos todos os dias da semana.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.