Domingo, 20 de Setembro de 2020 05:52
066 99679-8308
Dólar comercial R$ 5,38 2.768%
Euro R$ 6,38 +2.776%
Peso Argentino R$ 0,07 +2.874%
Bitcoin R$ 62.320,27 +0.453%
Bovespa 98.289,71 pontos -1.81%
Cidades Aulas Presenciais

Escolas particulares retomam aulas presenciais em Cuiabá

Escolas que atendem crianças de 2 meses a 4 anos retomaram as atividades seguindo as medidas de biossegurança.

11/09/2020 15h02
Por: Redação Fonte: Por: G1 MT
Foto Por Internet
Foto Por Internet
 

As escolas particulares que atendem crianças de 2 meses a 4 anos voltaram a funcionar nessa quinta-feira (10), em Cuiabá. O retorno às aulas na capital será gradual.

Uma escola particular que atende do berçário ao quinto ano do ensino fundamental investiu na construção de um espaço para os alunos maiores, que nem chegou a ser usado por causa da pandemia.

Segundo a diretora Nayara de Araújo, com a volta dos alunos do berçário e do maternal, o espaço é mais que suficiente para atender as demandas do decreto do prefeito Emanuel Pinheiro.

“Nesse novo decreto a quantidade de alunos por sala ficou de 50%. Vamos aproveitar o prédio novo para atender essas crianças que estão retornando”, explicou.

Na chegada a escola os pais precisam ficar do lado de fora e só entram as crianças. Depois elas passam pela medição da temperatura corporal e desinfecção dos pés e das mãos.

Os cuidados têm se estendido aos pais e funcionários da escola.

A farmacêutica Claudiane Aparecida da Silva, que é mãe do José Lucas, de 10 meses, contou que precisou dividir o trabalho em home office com os cuidados do bebê nesse período de suspensão das aulas.

Segundo a gerente da vigilância epidemiológica, Flávia Guimarães, a decisão da prefeitura de liberar apenas o funcionamento das escolas particulares, aconteceu porque as municipais ainda precisam passar por algumas adequações.

Ela afirmou que a faixa etária até os 4 anos foi a primeira liberada porque há menor incidência da doença nessas crianças.

Mas mesmo com todos os cuidados, há pais que preferem ainda não mandar os filhos para a escola, é o caso da maquiadora Alicy Alves, mãe da Elysa, de 4 anos, e que está grávida do segundo filho.

“Não sei os cuidados que os pais estão tendo com os filhos deles e alunos, como serão os cuidados da escola. Temos medo das crianças trocarem as máscaras”, disse.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.