Quarta, 05 de Maio de 2021 17:52
066 99679-8308
Dólar comercial R$ 5,37 -1.21%
Euro R$ 6,44 -1.33%
Peso Argentino R$ 0,06 -1.27%
Bitcoin R$ 323.624,08 +4.24%
Bovespa 119.564,44 pontos +1.57%
Cidades Coronavírus

Fotógrafo morre com Covid-19 após mais de 20 dias internado em Cuiabá

Lenine trabalhou na Secretaria de Comunicação Social (Secom) do governo de Mato Grosso por 42 anos.

23/10/2020 13h57
Por: Redação Fonte: Por: G1 MT
Repórter fotográfico Lenine Martins, de 64 anos, morreu enquanto estava internado com coronavírus (Covid-19), em um hospital particular de Cuiabá — Foto: Facebook
Repórter fotográfico Lenine Martins, de 64 anos, morreu enquanto estava internado com coronavírus (Covid-19), em um hospital particular de Cuiabá — Foto: Facebook

  O repórter fotográfico Lenine Martins, de 64 anos, morreu internado com coronavírus (Covid-19) em um hospital particular de Cuiabá. O anúncio foi feito pela família do fotógrafo nesta sexta-feira (23).

  Ele estava internado desde o dia 1º de outubro e teve que ser transferido para uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no dia 4.

  A filha dele, Larissa Cristal, anunciou a morte do pai em uma rede social.

  "É com uma gigantesca dor que informo o falecimento do meu pai, Lenine Martins. Não haverá velório. Faremos uma carreata. Obrigada a todos que torceram e oraram pela recuperação dele", disse.

  
  A família fez um alerta sobre golpistas que estavam usando o nome de Lenine para pedir dinheiro e outras ajudas.

  Além da Covid-19, o fotógrafo estava com pneumonia bacteriana.

  Lenine trabalhou na Secretaria de Comunicação Social (Secom) do governo de Mato Grosso por 42 anos. Em nota, o governo de Mato Grosso lamentou o falecimento do fotojornalista.

  Lenine era servidor efetivo e atuou por 41 anos na Secretaria de Comunicação. Mesmo após a aposentadoria continuou fotografando e permaneceu no Estado como funcionário comissionado entre os anos de 2014 a 2019.

  Ele começou a trabalhar para o governo na gestão de José Fragelli, entre os anos de 1971 e 1975. Na época, um funcionário da assessoria de imprensa do então governador. Tornou-se fotógrafo no governo de Frederico Campos, entre 1979 e 1983.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.