Sábado, 28 de Novembro de 2020 19:03
066 99679-8308
Política Eleições 2020

Mais de 20 pessoas são detidas pela Polícia Federal durante as votações neste domingo

Prisão ocorreu em Cuiabá por compra de votos. Conforme o boletim, uma fila de carros se formou em um posto de combustível, porque candidatos estariam pagando o combustível em troca de voto.

15/11/2020 23h34
Por: Redação Fonte: G1
Polícia Federal atuou nestas eleições 2020 — Foto: Reprodução/Polícia Federal
Polícia Federal atuou nestas eleições 2020 — Foto: Reprodução/Polícia Federal

Em Mato Grosso, 22 foram pessoas detidas e uma foi presa pela Polícia Federal por crimes de boca de urna, tumulto eleitoral, compra de votos/corrupção eleitoral e violação de sigilo do voto, neste domingo (15).

A Polícia Federal informou que a prisão ocorreu em Cuiabá por compra de votos. Conforme o boletim, uma fila de carros se formou em um posto de combustível do Bairro Parque Atalaia, porque um grupo de candidatos estaria pagando o combustível em troca de votos.

Os candidatos, segundo a polícia, são de Barão de Melgaço. Com a presença dos policiais, motoristas fugiram do local e retiraram os adesivos de propaganda política que estavam afixados nos veículos.

Em Sinop, 11 pessoas foram detidas por boca de urna. Em Barra do Garças, houve três detidos por boca de urna e violação de sigilo do voto.

Em Rondonópolis, outras cinco pessoas foram detidas pelos crimes de boca de urna e corrupção eleitoral. Outras cinco pessoas foram detidas em Cuiabá e Várzea Grande pelo cometimento dos crimes de tumulto eleitoral, boca de urna e corrupção eleitoral.

De acordo com a PF, exceto pela prisão na capital, em todos os outros casos foram lavrados Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs), sendo os presos liberados após assumirem o compromisso de comparecimento em Juízo.

A PF ainda atuou com sobrevoos de drones em vários locais de votação pelo estado.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.