Sábado, 06 de Junho de 2020 10:25
066 99679-8308
Estado Maníaco do telefone

‘Maníaco do telefone’ é preso em MT investigado por pedir fotos íntimas de crianças

O homem de 37 anos, natural da cidade de Rio Branco (Acre), estava com a prisão decretada pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá.

01/04/2020 20h10
Por: Redação Fonte: Por: G1 MT
Por G1 MT
Por G1 MT

Um homem procurado pela Justiça por praticar uma série de crimes sexuais contra mulheres e menores de idade, conhecido como ‘Maníaco do telefone’, foi preso pela Polícia Civil em Várzea Grande, região metropolitana de Cuiabá. A prisão ocorreu no dia 23 e foi divulgada nesta quarta-feira (1º).

O homem de 37 anos, natural da cidade de Rio Branco (Acre), estava com a prisão decretada pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Cuiabá.

Vários inquéritos foram instaurados contra o investigado, nas delegacias especializadas de Cuiabá e de Várzea Grande, alguns deles já conclusos e encaminhados ao Poder Judiciário.

Ele foi indiciado por estupro comum, estupro de vulnerável por contemplação, e também pelo crime do artigo 241 do Estatuto da Criança e Adolescente (ECA) – adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, fotografia, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornografia envolvendo criança ou adolescente.

Conforme a delegada da Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande, Mariel Antonini Dias, o homem vinha cometendo os crimes em todo Brasil, sendo que em menos de trinta dias de monitoramento foram identificadas 12 vítimas em situações diferentes.

Os crimes ocorriam pelo telefone, por meio de chamadas de vídeos, ocasiões em que as vítimas, sob ameaça, eram obrigadas a praticar os atos. Conforme apuração, a conduta criminosa causava temor e desespero nas pessoas abordadas pelo homem.

Para prendê-lo, policiais da Defesa da Mulher, Criança e Idoso de Várzea Grande, contaram com o apoio da Diretoria de Inteligência da Polícia Civil.

O homem foi encaminhado a uma unidade do sistema penitenciário em Cuiabá.

Ele foi denunciado por aplicar golpes por meio de aplicativo de mensagens de celular e, com a promessa de livrá-las de suposto feitiço, as orienta ficarem nuas e passarem sal no corpo, ao mesmo tempo em que ele acompanha o ritual por chamada de vídeo.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.