Domingo, 27 de Setembro de 2020 00:46
066 99679-8308
Estado Resgate

Secretária conhece estrutura montada para atender animais silvestres no Pantanal

Já foram resgatados mais de 13 animais de pequeno e grande porte

12/09/2020 11h27
Por: Redação Fonte: Evelyn Ribeiro | Secom -MT
Secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazaretti conhece estrutura que atende animais silvestres no Pantanal - Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT
Secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazaretti conhece estrutura que atende animais silvestres no Pantanal - Foto por: Mayke Toscano/Secom-MT

  A secretária de Estado de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti esteve nesta sexta-feira (11.09) na região do Porto Jofre, em Poconé (Pantanal), para conhecer o Posto de Atendimento a Animais Silvestres (PAEAS).

  A unidade foi montada no quilômetro 17 da Transpantaneira pelo Comitê Estadual de Gestão do Fogo, para fazer os primeiros socorros de animais resgatados em incêndios na região do Pantanal. Além de saber como são feitos os atendimentos, a secretária também avaliou as adequações que podem ser feitas no local. A equipe de resgate é formada por veterinários, biólogos, e estagiários que se revezam na operação.

  "Como resultado desse fogo intenso, nós temos a fauna sofrendo e o Estado de pronto agiu emergencialmente com a construção deste posto de atendimento com o apoio da sociedade local, outros estados dando contribuições para que a gente possa mantê-lo. Já podemos perceber bons resultados nos primeiros dias", destacou a secretária.

  A estrutura para abrigar os animais conta com ambulatório, almoxarifado, armário com medicamentos, alojamentos, cozinha, banheiro e recintos específicos para os bichos. Os recintos para transporte animal e tratamento foram feitos com a mão de obra de reeducandos e uso de madeira apreendida.

  Iniciada no dia 30 de agosto de 2020 a unidade já recebeu mais de 13 animais de pequeno e grande porte, como onças, lobetes, iguana, anta, jabuti, garça, jaguatirica; entre outros. Em casos de cirurgia ou atendimentos mais graves, os animais são encaminhados para clínicas parceiras ou instituições ecológicas de outros Estados do Brasil.

  O posto funciona com apoio das secretarias estaduais de Meio Ambiente, Segurança Pública, Saúde, universidades federais (UFMT e IFMT), Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Polícia Ambiental, Marinha, Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMV-MT), Ordem dos Advogados do Brasil, ONG Ampara Silvestre, Clínicas Veterinárias, Ibama, Prefeitura Municipal, trabalho voluntário e doações. O PAEAS Pantanal integra as ações do Centro Integrado Multiagências (Ciman-MT).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.