Sábado, 28 de Novembro de 2020 19:16
066 99679-8308
Estado Queimadas

Operação para combater incêndios e queimadas ilegais é realizada em seis municípios de MT

Até o momento, 30 pontos monitorados na região são alvo da operação.

04/11/2020 09h18
Por: Redação Fonte: G1
Mato Grosso é responsável por 14% do desmatamento do Cerrado — Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT
Mato Grosso é responsável por 14% do desmatamento do Cerrado — Foto: Marcos Vergueiro/Secom-MT

A Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) iniciou na tarde desta terça-feira (3) a operação integrada Abafa Amazônia, para combater incêndios florestais e queimadas irregulares em seis municípios da região norte de Mato Grosso.

O lançamento ocorreu em Nova Ubiratã e, além da cidade, os municípios de Feliz Natal, Paranatinga, Gaúcha do Norte, Vera e Santa Carmen também terão ações de fiscalização que tem como principal objetivo a responsabilização dos autores de infrações e crimes ambientais por uso ilegal de fogo.

Até o momento, 30 pontos monitorados na região são alvo da operação.

A iniciativa da Sesp-MT por meio do Comitê Temporário Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman) reúne as forças de segurança do Corpo de Bombeiros Militar (CBM), da Delegacia Especializada de Meio Ambiente da Polícia Judiciária Civil (Dema/PJC), do Batalhão Ambiental da Polícia Militar, além da Polícia Militar local e da Força Tática, da Politec e do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

Além disso, a operação também contará com o reforço das ações fiscalizatórias da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e de logística da Defesa Civil Estadual. O efetivo total empregado é de 41 servidores e de 15 viaturas que atuarão até o dia 13 de novembro.

A operação encerra as atividades do Ciman, que neste ano operou em diversas frentes de atividades, em especial nas queimadas irregulares e até mesmo em resgate de animais em decorrência do fogo, como lembra o coordenador-geral do Ciman, tenente-coronel BM Dercio Santos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.